[Filme] Até o Último Homem

ate_o_ultimo_homem_2

 

Não que eu queira me fazer de durão, nem nada disso, mas é realmente difícil algum filme me levar às lágrimas. Tirando “A Partida” (filme japonês de 2008, sobre um cara que fazia ritual fúnebre e tal) não me lembro de nenhum que tenha me feito chorar de ter que lavar o rosto depois.

Bom, digamos que esse “Até o último homem” me arrancou uma lágrima já no trailer. A “resistência” que tenho para certos dramas que são quase garantia de soluços (“Marley e Eu” e “Titanic”, por exemplo) desaba quando entram em cena atos heróicos. E a história de Desmond Doss é feita de heroísmo em estado genuíno.

Andrew Garfield está muito bem no papel do soldado que quis ir à guerra sem armas. Logo nos primeiros minutos já nos simpatizamos com seu jeitão caipira e o sorriso onipresente no rosto, sobretudo quando contracena com Teresa Palmer – rolou bastante sinergia entre os dois e o relacionamento é convincente e gera boas risadas. Mel Gibson poderia até ter estendido um pouco mais essa parte, mas ainda havia muita história para contar e o cinema (assim como a literatura, a música, e tudo mais no mundo “moderno”) pede agilidade. Então logo já vamos para o treinamento, o julgamento onde decidem se Desmond poderá ir à guerra ou não (nessa parte, Hugo Weaving tem uma participação curta, mas genial), e daí para a batalha de Okinawa, onde Desmond realizou suas proezas.

Devo dizer que esse foi o filme de guerra que mais me fez imergir no campo de batalha. Mel Gibson é foda. Tudo ali acontece com tanta realidade que quase conseguimos sentir o cheiro de carniça, tripas e pedaços de gente espalhados por todo canto. As cenas são fortes, mas a determinação do soldado em salvar seus companheiros acaba sobrepujando todo o mal ao redor e não tem como não torcer por ele e não se emocionar quando ele pede forças a Deus para arrastar “mais um”. Aliás, não sei vocês, mas eu não consigo acreditar que um cara conseguiu fazer tudo aquilo sem uma força do céu.

Debates religiosos à parte, é um filmaço, extremamente recomendado.

Avaliaçãoestrelas_5

____________________________

Deixe uma resposta